Por favor ativar o JS

Sobrepeso masculino também é inimigo da fertilidade

Publicado há 4 anos atrás

Que a obesidade traz diversas consequências à saúde é de conhecimento geral. A infertilidade é uma delas. Diversos estudos comprovam a relação entre o sobrepeso e a dificuldade em obter a gravidez.

ava

Isso serve tanto para homens quanto para mulheres. Nos homens, o excesso de peso também é um fator preocupante para aqueles que pretendem realizar o sonho da paternidade. Isso, porque, os espermatozóides dos obesos apresentam alteração na quantidade (produção bem menor), na motilidade (são mais lentos) e na morfologia (mudança no formato), características negativas que interferem na capacidade de penetrar e fecundar o óvulo.

Isso se dá porque o homem obeso tem aumento de temperatura testicular reduzindo a qualidade dos espermatozóides e produz menos testosterona e mais hormônio estradiol do que aquele que está com o peso ideal, o que acaba gerando distúrbios no sistema reprodutivo. O excesso de peso também diminui as chances de obter resultados positivos nos tratamentos envolvendo as técnicas de reprodução humana assistida. As probabilidades de insucesso no tratamento e na gravidez aumentam significativamente em pacientes obesos.

A recomendação dos especialistas da Androlab Reprodução Humana para o portador de índice de massa corpórea (IMC) fora dos padrões normais é que busque mudar os hábitos de vida, priorizando uma dieta saudável, que facilite a perda de peso e estabilização hormonal. Daí, sim, tentar a gravidez por meio da reprodução assistida, se for o caso.

#Compartilhe nossas publicações